sexta-feira, 9 de novembro de 2007

No vale

Acordo no meio da noite em um vale escuro e úmido. Sei que não se trata de um pesadelo. É tudo tão real, mas tão estranho, não sei como vim parar aqui, nem sei como sair, sinto uma leve brisa que gela minha pele.
Não sei se há algum sentido, não sei se deveria haver algum sentido, talvez seja para tudo terminar assim, talvez seja para tudo começar assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário