terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Confie em mim

Deixe-me te ver, saia do escuro, mostre-me sua verdadeira face, confie em mim mesmo que somente por um minuto. Podemos começar tudo isso novamente, até nós acreditarmos um no outro.

Acho que nada faz sentido sem você, mas às vezes é melhor não haver sentido em nada.

Sentir você e não poder te tocar, é como estar perdido no espaço, é como tudo o que um dia fez sentido não fazer mais.

Estou pronto para ficar alucinado, estou pronto para sair e me atirar na imensidão do espaço.

Acho que posso te ver, mas você não acredita, é melhor eu fechar os olhos.

Talvez um adeus, talvez te beijar, talvez apenas te admirar no seu canto desvanecendo.

O que atrofia meu coração é que eu sei o que você sente por mim, você não se permite levar pelo amor, prefere me odiar, você me odeia você prefere me odiar a acreditar no meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário