domingo, 31 de maio de 2009

pequena história

Um dia te conheci, e como por um segundo de loucura me apaixonei por você, foi algo instintivo, foi algo que não pude controlar, não posso te explicar o por que, mas foi o momento em que não desejei mas nada alem de você, naquele momento me senti feliz por completo por te conhecer.
Logo em seguida e veio a ilusão que você era a pessoa que faltava para completar meu coração.
Por momentos fomos felizes de verdade, mas por mais momentos nos tornamos mais infelizes que eramos antes.
E ser feliz por instantes e logo ser infeliz, é pior q nunca ser feliz.

Erros meus e teus

Vivendo e errando esse é nosso destino
Errando para nossa própria infelicidade
Errando para nos esquecer
Errado para acabar com tudo de uma vez só

Sei que errei por te amar de mais
Meu erro reflete meu verdadeiro caráter
Quando erro sou eu de verdade
Vitimas são aquelas que acreditam em minhas palavras

Faço das coisas mais simples que são
Faço das palavras mais verdadeiras quando falo o que sinto
Faço dos meus sentimentos mais cruéis quando te digo que não da mais
Faço deste um fim com o sentido de não me magoar mais

Se é amor, não temos que sofrer
Se é amor deveria confiar em você
Se é amor não tenho mais que te amar
Se é amor, esse é o fim do amor.

Amargurado

Tão azedo é o gosto de um sonho perdido
Tantas lagrimas sem proposito

Sozinho a noite recito de novo versos de infelicidade
A noite escura com uma nevoa turva que me faz desejar não estar vivo
Viver em dias com amargura é como sentir os vermes apodrecendo sua carne
O coração não bate, meus olhos não fecham, minha sentença já foi dita
Minha morte é agora, não é como se eu estivesse prestes a morrer, é como se eu já estivesse morto
Olho para meu lado e não vejo ninguém,
Pergunto pelo meu amor e não ouço resposta
Vivo em meio as trevas, lagrimas não escorrem do meu rosto
Meu coração é frio, e não reclamo por isso,
Sei que um dia vou voltar,
Voltarei e direi a mim mesmo que desta vez não cometerei os mesmos erros.

O céu

De que adianta conhecer o céu se eu vivo no inferno,
Ver o brilho do sol por apenas é alguns minutos é pior do que nunca ver
Quero nunca mais tocar as estrelas nem sonhar com o amor
Quero que dessa vez tenha sido minha ultima ilusão

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Demência

Afaga-te na loucura?
Dizei-me o que não da mais
Fala a ti mesmo
Fala contra teu espelho, e diga-me se acreditas no diz

Se não tombastes na primeira pedra
A há de tombas nas próximas
Todos teus sonhos se foram,
Acredite todo dia sonhamos novamente

Palavras hipócritas
Só fazem mais alusão a mentira

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Sofrimento

Alguns instantes depois de falar com você me sinto triste
Parece que uma parte do meu coração se foi
Uma parte de mim não é mais minha
Queria esse sentimento longe de mim
Sofrer por amor é o pior sofrimento
Antes um corte do que a saudade