sábado, 25 de julho de 2009

Saudade

Mais uma vez me sinto só,
Só como gosto de estar,
Tão só que sinto o cheiro da solidão,
Só... sozinho, com saudosismo dos sonhos de amor,

Só, quieto, olhando para o escuro,

A multidão me rodeia,
Todos querem de mim o que não tenho pra mim mesmo
Tudo que sinto é solidão,
Nenhuma pessoa pode trazer de volta meu amor,

O frio me cerca,
As lagrimas congelam antes de chegar ao chão,
Em meus lábios ainda sinto o gosto da peçonha,
Nos meu ombros está o peso da derrota,

Declaro a essa dor,
Dor que é passageira,
Passa pelo meu coração e não volte já mais,
Faça surgir a luz, traga de volta os meus sonhos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário