quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Turbulência, capitulo 3

Vitor quase não podia acreditar que estava em casa com a mulher que por anos escondia uma paixão, colocou para tocar sua seleção de musicas, deixou uma luz baixa, sentaram-se no sofá, e voltaram a conversar:
- Então, onde está a TV a cabo?
- Bah, nem lembrei, deu problema  e o técnico levou para arrumar, mas eu tenho vinho você aceita?
- Não, bebi de mais, você esta querendo me embebedar?
- Ops... Você notou?
- Rsrsrsrs...
- Não, só queria deixar você confortável, pois uma linda mulher merece ser tratada como uma rainha, e essa flor é pra você.
- Quem diria que por trás do tímido contador, se esconde um conquistador, (Sorrindo e cheirando a rosa recebida).
- E quem diria que em meu sofá estaria uma mulher tão linda, a mais linda de todas, que seria capaz de tirar a timidez desse contador, por vontade de fazer de tudo para conquista-lá?
- Assim você me deixa  sem jeito...
- Então vamos para de falar...
E assim Vitor se aproxima e segura na mão de Caroline, nesse momento, ele pode ver o brilho, nos olhos de dela, achava que ela estava disposta a ir mais adiante.
Com um pouco de insegurança, Vitor se aproxima do pescoço de Caroline, e começa a beijar com muita emoção, ambos sentem a temperatura aumentar, e com uma mão tira uma das alças do vestido dela, e com outra acaricia suas pernas, aproximando de suas partes intimas, sente que ela não está usando calcinha, conforme uma das alças deslisa pelo braço dela, o seio esquerdo fica amostra, Vitor vai beijando até alcança-lo, e com outra mão desce a outra alça, fazendo o vestido cair.
Vitor deita Caroline no sofá, e retira seu vestido por completo enquanto ela retira sua camiseta, ele volta beijando suas pernas até chegar em sua região intima, a qual beija e acaricia, ela sente prazer e solta pequenos gemidos. Vitor continua a acaricia-lá, e toca o corpo de Caroline, até ela chegar ao orgasmo.
Ele vai tirando o resto deu sua roupa, e beijando todo o corpo dela, quando chega nos lábios de Caroline, penetra ela, que solta um gemido bem alto, fazem amor por muito tempo, que se pareciam intermináveis momentos de prazer, no fim da exaustão e de muitos orgasmos, adormecem no sofá.
Ao amanhecer, Vitor se lembra, que a tarde sua prima Jenifer, está por chegar, e que tem uma linda mulher no seu sofá.
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário