sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Autópsia de um amor, parte 5, O amor não precisa de sentido,

Os dias passavam, e conversamos cada vez mais. E pouco importa sobre o que falávamos, o mais importante era a sensação de felicidade que ambos sentíamos em estar juntos, nem tem como eu dizer o motivo que me fez amar ela.
Mas como dizer pra alguém se conhece pela internet que a ama? Eu apenas consegui dizer que gostava muito dela, e Afrodite só me respondia o mesmo.
Porém chega um momento que gostar não é suficiente para descrever o se senti. Não fazia muito tempo que eu conhecia ela, mas sentia que deveria dizer o que eu sentia de verdade, não poderia deixar passar essa chance, ver o amor da minha vida, estar com comigo, me tratar com carinho, me fazer o mais feliz possível, eu não deveria ter medo de expressar meu verdadeiro sentimento, ela valia muito mais do que meu medo de errar, ela era minha musa, já inspirava todos meus poemas, me dava motivo para querer ser melhor, mudar meus hábitos. Foi com a certeza do que eu sentia, no fim de uma madrugada em uma despedida, finalmente eu disse a ela que eu a amava.
Como em um mergulho no inferno, me senti o ultimo dos homens, de resposta dela veio um simples “você é um amor”, fui dormir com um nó na garganta, afinal eu esperava de volta um “eu te amo”, tentei ser otimista, afinal nos conhecíamos a pouco tempo, te amo é muito forte para se falar a uma pessoa, ela poderia ter levado na brincadeira.
Porém eu pergunto:
Qual o problema de se falar o que se sente?
Eu tenho que ter um motivo especifico para amar?
Não podemos ser sinceros sem medo de errar?
Eu devo temer o amor, pois não posso controla-lo?
Foi pensando nisso que eu dormi amargurado aquela noite, e a primeira vez que eu cai do céu direto para o inferno.
Talvez eu tivesse sentido que Hades não foi feito para viver no céu.
Continua.

Um comentário:

  1. N é qq seja errado dizer o que se sente, ama ou qqr coisa do gênero. Tenha em mente que determinadas pessoas simplesmente n estao preparadas para ouvir certas verdades e se assustam com elas... AS vezes elas n estao "no msm tempo" q vc....

    ResponderExcluir