segunda-feira, 24 de maio de 2010

Coração atarefado



Descobriu o amor,

Nos olhos da moça em que se encantou,

O destino sorriu,

Moça dos seus sonhos,

Diferente de todas que já provou,




O infinito ainda era pouco,

Para se comparar com a grandeza deste amor,




Mas os dias são pequenos,

A carência é grande,

A saudade maior ainda,




Coração tentou o suicídio

Entre trabalhos e estudos,




Planejou tanto o que queria ser,

que esqueceu de ser feliz,




Entre a vida e a morte,

Desvaído daquele distante infinito,

Sonhou com um mundo de amor,

Mas acordou no caos do seu dia a dia,

quarta-feira, 19 de maio de 2010

A verdade do tempo



Uma vez você me falou que o tempo iria ajudar,

e todo o sentimento de saudade que sua falta me trás iria passar,

um dia iria encontrar alguém legal, e que eu iria me apegar,




Mas a verdade é que quanto mais o tempo passa eu descubro que você

estava errada.

Hoje eu senti tanta saudade sua que deu vontade de chorar.




Talvez você mau lembre de mim, ou nem queira mais lembrar do que sentia

por mim,

Ficar nessa incerteza é deprimente.

Se minha auto-confiança um dia foi grande, hoje já não tenho mais

certeza se sorrirei mais uma vez como sorri por te amar,




Meus sonhos ainda carrego nas costas, com a persistência que sempre

tive, e você ainda é o amor que almejo para mim.