segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Onde você está?

Tento te alcançar, tento te ver, te chamo e você não vem você esta muito longe, você não pode me ouvir.

Há dias que me sinto isolado, perdido em uma ilha distante, aonde você jamais vai me encontrar.

Não importa o quanto eu te deseje, isso não trará você para mais perto de mim. Por mais que eu te procure não vou te achar, não por aqui.

Destino

Não quero culpar o destino por meus atos e nem dar a ele credito aos de minhas conquistas, não vou deixar meu amor por você nas mãos do destino, você significa muito pra mim, sei que não vai ser fácil, mas vou fazer de tudo para acontecer, também não vou forçar nada.

Se você e eu acreditarmos que podemos ficar juntos, isso ira acontecer, apenas confie em mim que eu vou confiar em você.

Perdido entre monstros

Posso ser mais um em meio aos tantos nessa selva, lutando para conseguir chegar a algum lugar, procurando entender o que tudo significa, levantando todos os dias sem acordar, indo fazer o que não me satisfaz. Apodrecendo minha carne, com palavras que abrem feridas sobrepostas as cicatrizes feitas na época em que me aventurava em busca de algo mais do que essa realidade corrompida. Velhos tempos em que cada minuto era diferente cada dia uma nova historia.

Longe de você

Seu sorriso me fascina, olhar pra você corrompe a explicação para beleza, desejo-te mais a cada dia, sinto meu coração pular por não estar junto a você, quero te tocar, quero te beijar, quero te dizer que te amo.

Vou te amar sem medo, sem me importar com mais nada, sem desejar mais nada.

Nunca dizer adeus

Eu amo a minha mãe, eu amo ao meu pai o tanto quando amo meu irmão, eles estavam comigo nos momentos mais difíceis da minha vida, e nos momentos que eles não estavam comigo sempre me apoiaram e me desejaram o melhor.

Não sei como retribuir tudo o que eles fizeram por mim, não sei o que seria de mim sem eles. Não posso nem imaginar como me sentiria se um deles partisse sem antes eu retribuir o que eles fizeram por mim, tenho certeza que eles não me culpariam de nada, mas quem nunca me perdoaria seria eu mesmo.

Acho que nunca conseguirei fazer por eles o que eles fizeram por, nunca será a hora de nos despedir, nunca estarei pronto pra dizer adeus.

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Oi meu amor!

Sinto sua falta,

Preciso de você ao meu lado,

Nada faz sentido quando você não fala comigo,

E quando falo com você não quero que nada mais faça sentido,

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Grandes erros

Meus atos não fazem sentido, meu futuro é inserto, talvez eu esteja tentando ser mais um rebelde sem causa, lutar por algo que eu não deva, querer algo que não posso ter.
Meu coração é seu, meus sentimentos estão jogados aos seus pés.
Rodeiam-me duvidas, “posso ser o melhor pra você?”, “posso te fazer tão feliz quanto eu quero que seja?”. Talvez tudo isso não passe de um grande erro meu. Mas como saber?
Na vida não temos muitas chances de fazer o que é certo...

A essa menina...

Tira-me do serio com seu sorriso;
Faz de mim um moleque com seu rebolado;
Só sei que o que ela pedir eu faço;
Faço sem questionar.

Menina ou mulher

De noite ela me ama,
De dia ela me tira de casa,
E me chama de canalha,
Sua mãe diz que não nasci pra ficar com ela.

É como uma brincadeira,
E eu ou sou seu boneco,
E ela é uma mulher verdadeira,
O melhor é estar com ela.

O que me resta é esperar,
Até ela me ligar e começar tudo de novo,
Um dia ela vai me dar o valor,
Mas daí eu já estarei com sua mãe.

Um dia será

Um dia eu e você vamos sorrir,
Um dia todo mundo vai sorrir,
Um dia todo mundo vai ter a quem abraçar,
Um dia todo mundo vai dizer eu te amo,
Um dia todo mundo vai entender as mulheres,
Um dia todo homem vai comprar uma rosa para ela,
Um dia ele vai compra uma aliança e ela vai dizer eu aceito,

A porta

Estou trancado do lado de fora, o mundo todo me expulsou, a visão que eu tenho é que estão todos perdidos, andam pra lá e pra cá como se não soubessem pra onde vão, querem todos ser felizes mas brigam entre si, matam-se, roubam-se, destroem uns aos outros, procuram uma vitoria sem sentido a qualquer custo alguns já venderam até seu próprio corpo, alguns já não estão lúcidos para saber o que fazem.
Eu prefiro ficar do lado de fora apenas olhando até fingindo que não me importo, fingindo que tudo pode ser normal.

Desejos...

A cada minuto que passa te desejo mais e mais como se o infinito não fosse o bastante para medir meus sentimentos por você, os segundos não passam quando não estou com você e quando estou com você minha vontade é de te beijar por inteira, de te fazer sentir arrepios, de te levar onde só nós dois podemos ir, de te mostrar o que apenas eu posso te mostrar.
É como se fosse uma sinfonia, onde cada som se une a outro em uma harmonia inexplicável, os movimentos se conectam um a outro em ordem descompassada. Como estivéssemos em um êxtase, mas nós estamos inertes na abundancia de um amor que seria inconcebível se não ligado a nós.

Sintomas de ontem

Será que era um anjo, passou por mim e sorrio e disse ola, será que sim será que não, tão inocente, não acho que inocente não, fiquei quieto por segundos e disse oi, ela sorrio e a beijei, tinha sabor de cereja, foram alguns instantes e passou ela se foi, eu não tenho seu telefone, eu não tenho seu nome, eu só tenho seu beijo.

Questão de opinião

Alguns têm um estilo definido e nunca mudam, fazem sempre da mesma maneira coisas que sempre fazem, tem sempre as mesmas opiniões sobre tudo.
Como dizia Raul, “eu prefiro ser uma metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Algo de estranho nesses “emos”

Fico pensando o que esses intitulados “emos”, querem? Chamar a atenção?
Ficam escutando essas musicas “pop/rock”, assistindo “rebeldes” querem ser como seus ídolos amados, querem fazer com que sejam notados, usam roupas pretas e maquiagens em exagero, querem amar o mundo e serem amados por ele.
Talvez eles sejam a resposta da nossa sociedade depressiva e decadente, onde o silencio dos “adultos” em relação a seus sentimentos torna a sociedade fria e os “emotions” sejam a inversão exagerada da sociedade madura onde eles expressam ao máximo seus sentimentos, mesmo que algumas vezes nem exista o porquê de expressar.

Vagando em ilusões

Na utopia de entender meus próprios sentimentos me perco nos meados das frases, sem nem entender o inicio nem o fim, sem nem saber no que estou certo nem no que estou errado, me acabo em desprezos do meu ser.
Em cada frase que encontro a palavra amor, sou levado para mais outra ilusão, querendo criar resposta para o que não sei a pergunta. Minha lucidez é questionável, existe apenas uma sintonia entre eu e a escuridão.
Isso tudo torna meus desejos anojáveis, isso tudo torna meu coração em uma semente morta, isso tudo torna minha vida frágil, isso tudo me faz pensar em solidão.
Acabo em acreditar apenas no acaso.
Não vou desejar a quem não me deseja, não vou esperar pelo amor de alguém que não espera pelo meu, não vou tornar minha vida inútil, não quero me perder novamente no escuro.

Grandes erros

Meus atos não fazem sentido, meu futuro é inserto, talvez eu esteja tentando ser mais um rebelde sem causa, lutar por algo que eu não deva, querer algo que não posso ter.
Meu coração é seu, meus sentimentos estão jogados aos seus pés.
Rodeiam-me duvidas, “posso ser o melhor pra você?”, “posso te fazer tão feliz quanto eu quero que seja?”. Talvez tudo isso não passe de um grande erro meu. Mas como saber?
Na vida não temos muitas chances de fazer o que é certo...

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Solidão

Sinto-me só em meio a tanta gente, sinto que uma parte que me completa não está comigo.Queria tanto me alegrar.
Quero me alegrar com você ao meu lado.
Apenas com você ao meu lado eu posso me alegrar.

No vale

Acordo no meio da noite em um vale escuro e úmido. Sei que não se trata de um pesadelo. É tudo tão real, mas tão estranho, não sei como vim parar aqui, nem sei como sair, sinto uma leve brisa que gela minha pele.
Não sei se há algum sentido, não sei se deveria haver algum sentido, talvez seja para tudo terminar assim, talvez seja para tudo começar assim.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Fobia


Quem me dera um dia poder me livrar de tudo isso e ir para um lugar mais calmo.
Esse lugar me cansa, isto tudo não me faz bem.
Essas pessoas a minha volta só querem sugar minha energia.
Nunca fui o que eles queriam q eu fosse, e nunca quis ser!


Primeiro Post



Meu objetuvo nessee blogger é simplesmente escrever o que mer der vontade de escrever. Talvez agradar aulguns, talvez não agradar a nenhum, mas isso não me importa.